quinta-feira, 20 de Novembro de 2014

Caso Nani?


Não, não há caso Nani!

Nani é um rapaz inteligente, não é novo, já sabe como funcionam estes episódios em torno de declarações desta natureza. No final do jogo da Selecção, à pergunta inevitável para quem é jornalista e precisa de vender (audiências ou jornais), só tinha de responder algo como "assunto interno" ou "não não há nada para dizer".

Era simples e arrumava toda e qualquer suspeita. Não minha, porque pelo que percebi das declarações do Presidente do Sporting no outro dia, não havia clausula para regressar em Janeiro a Old Trafford.

Estupidez é também quem defendia que o Nani é pago pelo Manchester United, e que deveria quase como defender o "seu" clube. O Nani é jogador emprestado ao Sporting e enquanto cá estiver segue as directivas do Sporting. Joga quando o Marco Silva entende, segue as regras estipuladas pelo Sporting Clube de Portugal.

Não há caso Nani, é um dos mais importantes reforços desta época da nossa equipa, só tem de continuar a fazer o bom trabalho que até ao momento tem conseguido. Em Maio já pode voltar a falar de quem quiser.

Ah, e mais uma coisa, não interessa nada assobiar ao jogador assim que ele regressar com a nossa camisola!

quarta-feira, 19 de Novembro de 2014

Gargalhada do dia!

"Regressar ao Sporting? Primeiro tenho de resolver as coisas com o Benfica"
Yannick Djaló

Começar um dia chuvoso com uma gargalhada é sempre bom!
A tentativa é boa por parte do agente, certamente, ou até do jogador, colocar-se na "montra". Do Djaló, que já teve o seu tempo, gostava de saber se ainda vamos receber alguma coisa da transferência para o Nice. O resto pouco ou nada interessa e ficará para memória futura o 5-3 ao velho rival onde participou e bem!

domingo, 16 de Novembro de 2014

O Manel é enorme, mas ninguém está acima do Sporting!


Ontem vi um Manuel Fernandes ser aquilo que me habitou a ver nele, um homem puro, um símbolo do Sporting que ama o clube. Não tenho, nunca tive dúvidas disso.


Em setembro deste ano escrevi pela última vez sobre o que tem sido o caso Manuel Fernandes/Bruno de Carvalho, e hoje, continua a fazer tudo sentido. Daí que repito as palavras das altura e que ninguém é maior que o Sporting Clube de Portugal.

Podem, por favor, os dois, Manuel Fernandes e Bruno de Carvalho, calarem-se?
Resolvam o assunto dentro de portas.

O primeiro foi um atleta incrível do Sporting, um símbolo da história do Sporting.

O segundo um presidente que teve a coragem de enfrentar tudo e todos e mostrar que havia um caminho para lá daquele que estava a ser (mal) seguido.

Haja respeito! Ambos são/foram importantes, ninguém está acima do Sporting. Repito, ninguém é maior que o Sporting Clube de Portugal!

sexta-feira, 14 de Novembro de 2014

Fantástica iniciativa!


Parabéns ao pai do atleta pela ideia e ao Sporting pela criação do “Banco Solidário de Chuteiras” que pretende “promover uma democratização do acesso à prática desportiva”.

quinta-feira, 13 de Novembro de 2014

As principais frases da entrevista de Bruno de Carvalho


Ficam aqui as principais frases da entrevista de ontem de Bruno de Carvalho na Sporting TV com os directores dos três jornais desportivos portugueses (Record, O Jogo e A Bola):

(nota: as frases foram tweetadas em directo, podem conter erros)

Mensagem no Facebook
"estas semanas tem demonstrado aquilo que digo que é um sentimento de uma paranóia colectiva"

"houve pouco gente que soube ler aquilo que eu escrevi"

"nós no jogo de Guimarães não fomos dignos, fui claro disso, e não me retiro dos maus momentos"

"pensou 2x antes de escrever? não tenho de pensar sobre algo que foi claro…onde me incluo"

“não podemos quer encher estádios e depois não ter a frontalidade para dizer que não tivemos uma atitude digna"

"os jogadores do Sporting lidam comigo diariamente, e isso implica perceber o clube onde estão, sua história, o que pretendemos"

"Vêm um Presidente triste? claro. vêm um Presidente que não está contente com o lugar em que estamos? claro, não pode. Não está eufórico com o empate 1-1 com o Paços?claro nós não mudamos. agora pegar nisto e ver nas palavras de um jogador, ataque, paranóico"

“a mensagem era um mensagem dirigida aos adeptos e sócios, o património mais importante do clube e temos de os respeitar”

"processos a jogadores? surreal, para perpetuar uma situação que nunca existiu, é quase passar um atestado de burrice aos jogadores"

"O Sporting é uma grande equipa…não deixamos de ser, naquele jogo, específico, não fomos dignos"

"um jogo que correu mal? marcamos 5 golos e perdemos 2-3 no futsal"

"um mau dia é marcar 2 golos e ficar 1-1"

"eu também estou lá, na indignidade, e depois? morremos todos? não. os jogadores perceberam perfeitamente o que foi dito"

Formação
"achei que andava a ver os resultados diferente…tínhamos sido campeões e eu não tinha visto"

“não está perfeito…foram introduzidas regras, por ex, criança que tenha um problema na escola com gravidade, não joga…ponto. são duas vedetas da equipa…há uma preocupação adicional com os atletas, não joga"

"andam a sair pessoas para todo o lado, dizem…nem sei como aguentam os rivais com tanto staff que for para eles"

“saiu joão couto, maruta, miguel miranda, fernando ferreira (antes), bruno freitas e a psicóloga"

“o Sporting era um clube engraçado, diziam, não sabe formar homens…e agora aparece alguém que quer fazer isso…um modelo do Sporting, as pessoas adaptam-se a este modelo"

“o que o Sporting está a fazer na formação, não saiu quase ninguém, Bento Valente amigo meu, saiu por razões pessoais"

“ formação não está como querem fazer crer que está, mas queremos fazer mais. estamos despreocupados? não…queremos melhorar"

“não vamos andar vários anos para implementar algo…não…as alterações que estavam preconizadas no programa eleitoral"

Sporting B
“O Abel não começou a época…não fez um treino, tratei com ele internamente"

“O Sporting tem as suas políticas financeiras, e com alguém que já estava na Academia e pegou na equipa"

“O Lima nem sempre treinou,já teve outras funções n Academia, olhamos,aproveitamos para colocar noutras funções e o Boa Morte que lá estava"

“os reforços da B estão a ganhar menos do que alguns que lá andam"

“Ainda não perdemos um tostão para o Sporting"

Taça da Liga
"vamos cumprir as regras com alguns jogadores principais, depois vamos com o A e os juniores"

Liga
"Sporting tinha um interesse grande em discutir o futebol português, em certa altura os clubes queriam discutir a destituição do Mário Figueiredo"

“nas alturas de urgência…os seres humanos inteligentes reflectem e tomam decisões…e o nome não era solução, era o que está mal"

“conversamos, reunimos, conversamos, e vivemos bem com isto, e numa altura de aflição…podíamos tomar decisões e o Sporting tinha propostas"

“desperdiçamos meses e meses…sem dignificar o futebol pt, e aconteceram umas segundas eleições"

“tivemos todos a oportunidade de sentar e conversar e sabíamos que a situação não era boa…não havia conversa possível"

“tem de haver novo acto eleitoral, a FPF chama a si uma solução para ser trabalhada com 3 grandes"

“a reunião era uma filosofia, a Liga tinha problemas, tem de andar bem com a FPF e só verdades La Palisse"

"de repente foi marcada uma segunda reunião…mais uma série de chavões…arranjar um presidente bom para o Tchim Tchim"

“passamos 2 dias a analisar, por respeito aos futebol e aos clubes, os chavões e a tentar traduzir o que tinha sido elaborado"

“introduzimos as nossas propostas e enviamos…e é mercada uma reunião sem consentimento do Sporting em nome do clube"

“chamam as pessoas para uma reunião sem autorização do Sporting, em nome do Sporting"

“não há projeto nenhum, escolheram uma pessoa com um conflito com um dos grandes, com gravidade, mesmo não sendo culpada, ainda"

“muita gente acabou por aceder ao nome do Luís Duque, há 2 clubes que afastaram o Sporting de um processo"

“escolheram uma pessoa com conflito com o Sporting e os outros é que são elegantes e que temos de louvar"

“o Sporting colabora com a Liga mais que todos os outros clubes todos juntos, e voltamos a enviar as propostas"

“Se o Luís Duque quiser falar sobre as propostas do Sporting, o Sporting falará"

“não acho que o Porto e Benfica tiveram aliança…escolheram uma pessoa que está com um problema em tribunal com o Sporting…não…"

“aquilo não é uma aliança, é casamento total, em 42 anos nunca tinha ouvido falar um Presidente do Porto tão carinhosamente sobre o Benfica"

Auditoria
"esta Direcção não anda há procura de bruxas, temos o direito de fazer, é uma inovação"

“Há-de haver alguém que irá agradecer, porque no tribunal de Alvalade são todos culpados, e eu estou a dar a chance de serem avaliados"

“as pessoas têm de ter calma, o tempo passou, cada um fez o trabalho que fez"

Pavilhão
“até ao final do janeiro apresentar o projeto”

“em cerca de 5 meses o Sporting recolheu cerca de meio milhão, é de louvar e agradecer, e tenho de ser honesto com os Sportinguistas"

“às vezes até o Presidente do Sporting não digno e tem de lhes dizer tudo (aos sócios)"

“o valor dos 9 milhões (alocados ao pavilhão) não sofrem do problema com Doyen"

“é nossa forte convicção que no processo com a Doyen temos razão"

“mas mesmo assim, Doyen é SAD, pavilhão é clube"

Investidores (russos)
quando me apresentei às primeira eleições…só não mudam os burros…apresentei quem eram as pessoas"

“não havia partilha de direitos económicos...só receitas”

“é um sistema que eu acredito...que vivemos no dia a dia, fazem-nos isso, o gestor de conta por exemplo do seu banco"

“a solução da primeira vez era diferente e agrada-me, e não era contra os fundos. O Sporting é contra a falta de regulamentação"

“já pedia a uma entidade competente um estudo sobre o preço dos jogadores desde a entrada dos fundos, se inflacionou ou não"

Comunicação
"há uma estratégia de apoio dentro do clube, no Porto e Benfica há, no Sporting não"

Shikabala
“não arrependo da contratação do Shikabala…é um problema de gestão, está desaparecido, o Sporting sabe perfeitamente, não é nenhum Rambo. Há-de sair um dia em condições perfeitamente normais…"

terça-feira, 11 de Novembro de 2014

A Hora do Presidente!

No tempo da anterior Direcção, uma das suas prioridades era a comunicação com os sócios. Godinho Lopes sabia que era importante passar uma mensagem clara, falar com os sócios/adeptos, para não ser tratado como os anteriores Presidente que só falavam para alguns Sportinguistas.

A ideia inicial, a alteração da política de comunicação era sensata. Começou mal, porém. Godinho começou com uns vídeo no site oficial do Sporting, atabalhoados, mas rapidamente e depois de algumas críticas lançou as sessões de esclarecimento no Auditório. Fui a duas e sempre disse que das poucas coisas que teve como positivas no seu mandato, foram essas sessões. Expôs-se muita coisa a nu!

Os sócios, era obrigatório apresentação do cartão para entrar no Auditório, eram convidados a questionar sobre o actual momento do clube, outros podia fazê-lo por e-mail e a sessão até chegou a ser transmitida em directo no site.

Com Bruno de Carvalho a comunicação do Sporting passou para outro nível. Felizmente já temos o nosso canal desportivo, o presidente adoptou uma postura de proximidade com os sócios, por vezes criticada porque dá a sensação de estar mais na pele de adepto que presidente. Mas, o que ele faz actualmente já o fazia durante a campanha eleitoral, as eleições e até depois de ser eleito presidente. Falar com os sócios sobre todos os assuntos. Comunicar para que não ficassem dúvidas sobre o que se estava a passar no Sporting. Uma crítica muito ouvida durante anos sobre as anteriores direcções.

Com o novo canal de televisão surgiu um programa chamado a Hora do Presidente. Rapidamente passou a ser tratado como um programa “cubano”. Toda as perguntas, diziam, era previamente pensadas e executadas, tudo estava feito para que o presidente pudesse “atirar areia para os olhos dos sócios/adeptos”.

Aquilo que era um boa ideia no tempo do Godinho não deixou de ser porque agora é com Bruno de Carvalho. Há muito gente no Sporting que ainda não consegue separar os egos e pensar verdadeiramente no clube como o mais importante!

Aceito que o programa tenha de ser reformulado e que não era necessário o protagonismo da televisão, por tudo aquilo que de suspeito levanta.

Mas se fosse num Auditório parecia que o clube era só de Lisboa e para os de Lisboa, se é feito na televisão é “cubano”, “querido líder” e egos alimentados, mas pelo menos chegava a todo o mundo.

Na próxima quarta feira o modelo do programa é diferente. Além das tradicionais perguntas pelos sócios/adeptos vindas das redes sociais, e-mail e por aí fora, os 3 Directores dos jornais O Jogo, A Bola e Record vão estar em estúdio a questionar o Presidente.

O momento é único, os níveis de popularidade de Bruno de Carvalho devem estar no mais baixo desde que é presidente, o Sporting ocupa um miserável oitavo lugar, a formação e o Sporting B estão debaixo de fogo, a atletismo sofre mudanças radicais e há muito para falar ao Sportinguistas sobre estes assuntos, Virgílio, Inácio, finanças e por aí fora.

Não me espanta que este formato de programa se esgote com o que vai ser exibido na quarta feira, mas gostava e teria a certeza que alterar e voltar ao método de sessão de esclarecimento com stream no site para os sócios, fosse novamente uma boa solução. Melhor que andar a ler especulações diárias nos jornais, sobre processos a jogadores, ou dúvidas existenciais sobre quem sai e entra na formação, era importante que a comunicação entre a direcção e os adeptos se mantivesse. E nesse particular, preferia que isso acontecesse fora dos holofotes televisivos e num lugar mais recatado onde a família Sportinguista discutisse sem tabus todos os assuntos que esperamos urgentemente por respostas!

E agora mais do que nunca esperamos por respostas urgentes do presidente.

Já agora, não se esqueçam de enviar as vossas perguntas!

segunda-feira, 10 de Novembro de 2014

Sporting 1-1 Paços de Ferreira :: 45 minutos não chegam!

fonte: Bola na rede

Não foi mau, foi péssimo. Perder mais 2 pontos em casa, a 8 pontos do líder quando está decorrido um terço do campeonato, é péssimo. E há que assumi-lo!

Percebo que Marco Silva possa ter ficado insatisfeito com o lance anulado a Montero, com as oportunidades falhadas na segunda parte, mais que suficientes para vencer, mas não dá para atirar as culpas para os outros e é necessário fazer uma avaliação séria, agora que o campeonato mais uma vez vai parar. O Sporting perdeu mais 2 pontos em casa num jogo em que na realidade só jogou na segunda parte. Mérito obviamente do Paços, mas também muito demérito da nossa parte, ficando no ar que há jogadores que por vezes parecem estar completamente a passar ao lado da partida. Ontem o exemplo claro foi William.

A equipa era praticamente a mesma que jogou contra o Schalke na quarta feira e que fez uma excelente exibição. Não há espaço para desculpas relativas ao estado físico, e muito menos a falta de motivação. Daí que não se perceba como acontecem tão frequentemente estes picos exibicionais, um desastre em Guimarães e agora um desesperante empate com uma vitória pelo meio na Liga dos Campeões.

É essa avaliação que Marco tem de fazer. Perceber que há jogadores que até podem querer ir mais longe, para outros campeonatos, mas que ainda não estão nesse nível qualitativo, e que se não mostram o seu valor no Sporting, há quem os possa substituir e apreciar o facto de jogar no Sporting.

Uma das diferenças que tinha de acontecer esta época, quando comparado com a época passada, era o banco do Sporting. Em certa parte isso acontece, há soluções para quase todas as posições, ainda que por vezes de menor qualidade, aparentemente, mas que podem ser um caminho viável para não continuarmos a exibir-mo-nos em certos jogos por apenas 45 minutos.

E se não há essas soluções, se a equipa não consegue fazer melhor, então estamos perante um problema ainda mais sério, que em seu tempo será analisado, pois as expectativas para esta época eram altas, com o compromisso da Direcção, e que neste momento não estão ser cumpridas. 

O futebol, incluíndo B e formação, está a falhar em toda a linha e deve sofrer nesta altura uma avaliação justa e decisiva para que ainda se possa atenuar os efeitos negativos da qualidade praticada dentro de campo!