segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Não façam dos outros estúpidos!


Já o tinha referido em tempos, relativamente à comunicação, que o Sporting perdia-se muito na repetição da mensagem quando, intencionalmente, pretende visar o rival Benfica.

Do outro lado da circular, passa-se sempre a ideia que não há estratégia, o que é mentira, nem "estrutura" visivelmente pensada para concertar certos e determinados assuntos.

Inclusive, ainda há 4 dias, o Benfica emitiu um comunicado onde no ponto 4 dizia:

"Consideramos abusiva, maldosa e provocadora qualquer insinuação sobre qualquer eventual relação entre as opiniões e comentários desses respeitáveis adeptos no espaço público com as posições oficiais do Sport Lisboa e Benfica ou desta Direção de Comunicação."

Claro que é sempre discutível o que estarão tão ilustres personagens a falar, ainda por cima num local público, até poderiam esconder-se e tornar menos visível estas reuniões. Claro que pode ser apenas um almoço de apoio ao estadista Luís Filipe Vieira. Claro que pode ser tudo isso e mais alguma coisa e até poderia não nos interessar. Sinceramente, numa outra altura, queria lá saber destes encontros.

Mas, quando tentam atirar-nos areia para os olhos, é difícil não reagir desta forma. E é aqui que o Sporting tem de ser incisivo.

Entre Guerras, Goberns, Carlos Janelas e afins, como se pode ver, abusiva, maldosa e provocadora não são as insinuações que os outros fazem, mas o atestado de estupidez que alguns tentam passar. 

Claro que há estratégias de comunicação concertadas. No Sporting, no Benfica (e claro, no Porto). Hoje e sempre. Umas melhores, outras piores. Umas mais funcionais, outras irregulares. Mas há. Sempre houve. Não façam dos outros estúpidos!

Sem comentários: